HOME > Outros > Indefinido > Conheça os jogos japoneses que viraram Live Actions americanos de sucesso (ou não)

Conheça os jogos japoneses que viraram Live Actions americanos de sucesso (ou não)

Banner do post Live Actions Jogos Japoneses

Na semana passada apresentamos para vocês os Cafés Temáticos de Jogos existentes no Japão e hoje iremos mostrar os principais live actions americanos de jogos japoneses. Assim como em filmes, os jogos nos contam uma história e alguns deles acabam ganhando versão para cinema. É claro que ver o seu personagem favorito sendo representado por um ator é uma emoção diferente, mas que muitas vezes gera uma ansiedade e preocupação sobre a fidelidade do filme com relação à obra original. Temos muitos casos de filmes sensacionais e outros que poderíamos apagar de nossas memórias, vamos conferir alguns deles!

Não é de hoje que são criados filmes baseados em jogos. Isso começou lá atrás, no ano de 1993, com Super Mario Bros quando o nosso encanador bigodudo favorito se tornou de carne e o osso e deu as caras nas telinhas.

Super Mario Bros

Cartaz do Filme Super Mario Bros

O enredo desse live action não poderia ser mais maluco. Para explicar a raça híbrida de humanos com dinossauros presente no filme, a história que antecede o mesmo diz que o meteoro que atingiu a Terra 65 milhões de anos atrás criou uma dimensão paralela onde os dinossauros se tornaram uma raça super inteligente e agressiva que de alguma forma alguns está em nosso plano. O filme se passa em Brooklyn e nossos irmãos bigodudos estão em uma missão para salvar a princesa Daisy (Sim! Não é a Peach!) e seu pai, o Rei Cogumelo, das garras do Rei Koopa, um descendente do Tiranossauro Rex. O objetivo do Rei Koopa é juntar os dois mundos e se tornar o senhor supremo e, para isso, ele acredita que Daisy é a peça chave na junção dos mundos.
Por mais trash que se pareça o filme, ele foi nomeado a dois Saturn Awards (Figurino e Maquiagem).

 

Segue o trailer abaixo ~I GOT THE POWER~

 

Street Fighter

Poster do filme Street Fighter

Um clássico da TV brasileira com Jean Claude Van Damme interpretando Guile e Raúl Juliá que aceitou o papel de Mr.Bison mesmo com câncer de estômago, por apelo dos seus dois filhos. Infelizmente, ele veio a falecer antes do filme estrear em cartaz em 1994. Seu trabalho foi recompensado, pois o filme rendeu o triplo de seu custo, gerando uma renda de U$99.423,521 milhões.

A história desse live action se inicia com o exército de Shadaloo raptando cerca de 63 pessoas para conseguir, em troca de resgate, dinheiro suficiente para bancar seus experimentos de transformar humanos em super-humanos para servi-los. O gênio cientista por trás de tudo é o Dr.Dhalsim (sim, no filme ele é um cientista) que também foi refém de M.Bison e é forçado a utilizar suas habilidades para o mal. Sua primeira cobaia é Carlos “Charlie” Blanka, que após o processo de intervenção é conhecido como Blanka (huehuehueBR)

Os personagens principais no jogo, Ryu e Ken, não são os protagonistas desse filme, e sim Guile. A dupla dinâmica é golpista (mas o que?!) que vende armas de brinquedo para o exército de Shadaloo, liderado por Sagat. Eles são recrutados por Guile após ver a capacidade de luta deles contra os soldados de Shadaloo.

Segue o trailer abaixo:

Resident Evil: O Hóspede Maldito

Cartaz do filme Resident Evil

Filme de 2002, traz uma adaptação do jogo para as telas dos cinemas. A famosa Umbrella Corporation possui um laboratório subterrâneo nomeado Colméia, situado nada mais nada menos que em Raccoon City, onde é desenvolvido o T-Virus. Em determinado momento, algo dá errado e alguém consegue roubar e liberar o vírus dentro do laboratório que possui um sistema de inteligência artificial (Rainha Vermelha) que sela toda a Colméia para evitar que o vírus se espalhe para a superfície. Infelizmente, ao selar o laboratório, muitas vidas são sacrificadas e várias delas se tornam criaturas sedentas por sangue.

A nossa protagonista é Alice (Milla Jovovich). Alice acorda nua e sem memória em uma mansão próxima a Raccoon City e, após uma invasão de um esquadrão de elite de Raccoon city, é obrigada a entrar na Colméia. Dentro dela, Alice começa a coletar pistas sobre quem é e o que foi, além de ter que enfrentar a Rainha Vermelha, que deixa bem claro que eles não são bem-vindos. Sem se esquecer das inúmeras criaturas que foram criadas durante o tempo de incubação, nisso em um tempo restrito de 3 horas.

Suas adaptações não foram bem aceitas pelos fãs, apesar de possuir atores e nome muito fortes em seu elenco. Para alegria de poucos, o live action recebeu cinco continuações:

  • Resident Evil: Apocalipse (2004)
  • Resident Evil: A Extinção (2007)
  • Resident Evil: Recomeço (2010)
  • Resident Evil: Retribuição (2012)
  • Resident Evil: O Capítulo Final (2016)

Admito para vocês que só consegue assistir até o terceiro (fui bem até, não?). Segue o trailer abaixo:

Silent Hill

Poster do Filme Silent Hill

O desenvolvimento do filme teve inicio no começo dos anos 2000, mas foi lançado somente em meados de 2006. Foram 5 anos de negociação para conseguir os direitos e poder criar um filme baseado em Silent Hill. Seu orçamento foi de cerca de U$50 milhões e seu lucro foi quase o dobro!

A história do live action começa com Rosa em busca de sua filha Sharon que sofre de sonambulismo e vai parar uma mata próxima de sua casa. Quando consegue alcança-la, Sharon grita as palavras “Casa” e “Silent Hill” de forma aleatória. Sharon sofre de uma doença fatal e Rosa pensa que só conseguirá curar sua filha levando-a para a tal cidade que assombra os seus sonhos, mesmo que para isso tenha que contrariar a vontade de seu marido.

Durante seu caminho para Silent Hill, Rosa é perseguida por uma policial que desconfia de suas ações. Rosa, desesperada, acelera e tem a impressão de ver a imagem de uma menina no meio da rua. Ela desvia de forma abrupta e acaba batendo carro. Ao acordar, Rosa não encontra Sharon e decide ir atrás da filha a pé e, infelizmente, acaba chegando na cidade da névoa: Silent Hill.

Ao entrar em Silent Hill, Sharon começa a descobrir coisas sobre si, a cidade e sua filha. Descobre também que ao tocar a sirene, Silent Hill se transforma em um local sombrio, onde as trevas tomam conta e ninguém está seguro dos monstros da cidade e de si mesmo.

No filme, Silent Hill é uma cidade que foi abandonada 30 anos atrás devido a um excesso de fumaça derivada das minas de carvão.

Após o sucesso do primeiro filme houve uma continuação chamada Silent Hill: Revelação (2012) que foi um fracasso.

Personagem Pyramid Head Icone Segue abaixo o trailer:

Conclusão:

Nós, fãs de jogos, sempre ficamos com uma pulga atrás da orelha quando sabemos que um novo live action baseado na nossa franquia favorita está em produção, não é mesmo? Mas às vezes eles acertam e o filme acaba se tornando muito querido pelos fãs, afinal, ver o nosso personagem favorito sendo representado por um ótimo ator e com uma produção fantástica é impagável.

Além desses títulos americanos, Pokemon’s Detective Pikachu é a nova aposta cinematográfica de Hollywood e o filme está sendo produzido pela Legendary Pictures. Um live action do ouriço azul Sonic também está em desenvolvimento pela Paramount Pictures. Será que isso vai dar certo?

E vocês, já ficaram desapontados com algum filme adaptado de jogo? Gosta de algum outro não citado aqui? Conta pra gente nos comentários, no Twitter ou no Facebook!

Compartilhe:
Shin
Shin
Formado na área da computação, é o responsável pela infraestrutura do site. Quando não está envolvido com computadores ou videogames, está praticando atividades físicas ou brincando com seus animais de estimação. Shin adora jogar videogame, correr, tomar café e/ou chá e comer doces. Suas franquias favoritas são The Legend of Zelda, Final Fantasy, Devil May Cry, Guilty Gear e Guitar Hero.
https://www.densetsugames.com.br