HOME > Outros > Eventos > A Video Game Orchestra deu um show espetacular na BGS 2019 | #BGS2019

A Video Game Orchestra deu um show espetacular na BGS 2019 | #BGS2019

Foto da Video Game Orchestra na Brasil Game Show 2019

Uma das principais atrações da Brasil Game Show de 2019 e que animou as noites de sexta-feira e sábado foi a Video Game Orchestra, o grupo criado por Shota Nakama que apresenta músicas de jogos em vários shows pelo mundo.

Tivemos a honra de presenciar uma das apresentações do grupo durante a maior feira de jogos da América Latina e podemos dizer que, como diz no título desta matéria, foi espetacular.

Foto da Video Game Orchestra na Brasil Game Show 2019

O grupo, comandando por Shota Nakama, teve inicio em 2008, quando o músico decidiu criar um grupo para tocar músicas de games em concertos e eventos. Em 2018, ele foi um dos convidados da BGS e expressou interesse em se apresentar no Brasil, desejo este que logo foi atendido.

A Video Game Orchestra conta com a participação de Masato Itoh na guitarra, Louis Ochoa no baixo, Chris Baum no violino, Derek Dupuis no teclado e Dave Vives como vocalista.

Além dos membros fixos, a orquestra sempre inclui convidados. Para os shows na Brasil Game Show, Nakama convidou o baterista Bruno Valverde, membro da banda Angra, da qual o japonês é fã, e uma orquestra vindo de São Paulo, onde também ocorreu o evento.

Shota Nakama e seu jeitinho brasileiro

Foto da Video Game Orchestra na Brasil Game Show 2019

Além da orquestra, que é um projeto pessoal, Nakama também é famoso por compor trilhas para jogos. Talvez a maior influencia de seu trabalho possa ser visto na lista de canções que o grupo apresentou, que continha em sua maioria esmagadora músicas das franquias Final Fantasy Sonic.

Sendo fã do nosso país, o compositor japonês e seu grupo usaram o famoso jeitinho brasileiro e pegaram os fãs de surpresa ao ignorar a ordem da lista apresentada no site do evento e, em um momento raro de descanso, improvisou “Sweet Child O’ Mine” da banda Guns N’ Roses, levando a plateia ao delírio.

É hora do rock

Foto da Video Game Orchestra na Brasil Game Show 2019

Apesar de contar com uma orquestra, a apresentação da VGO pode ser considerada tão animada quanto um show de rock. Os integrantes do grupo, incluindo o convidado Bruno Valverde e principalmente o vocalista David Vives, se empolgavam muito no palco enquanto tocavam as músicas e agitavam a platéia.

Vendo que essa aproximação no primeiro show funcionou, Vives resolveu, de forma inusitada, chamar a platéia sentada para se levantar em frente ao palco durante o segundo dia. O resultado foi um sucesso, com fãs cantando e vibrando junto do vocalista.

Mas nem tudo foram flores

Foto da Video Game Orchestra na Brasil Game Show 2019

Como qualquer outro evento, o show da Video Game Orchestra sofreu alguns problemas nos dois dias, pequenos detalhes que acabam atrapalhando a primeira vez do grupo no Brasil.

O primeiro dia começou com problemas no som, com a música tocando baixa até ser corrigida pelos operadores. No dia seguinte, a apresentação acabou dividindo espaço em palco com as finais de uma competição de Cross Fire. Originalmente, o show estava marcado para começar às 19h, uma hora após o campeonato que acabou levando mais tempo para se encerrar.

Devido ao imprevisto, a VGO só pôde se apresentar às 21h, um horário tarde para visitantes que acabaram deixando o evento antes ou durante o show.

Foto da Video Game Orchestra na Brasil Game Show 2019

Esperamos que a Video Game Orchestra retorne para as próximas edições da Brasil Game Show e novamente traga um grande evento que deve ser testemunhado por fãs de trilhas sonoras de jogos. Apesar de alguns problemas, a apresentação do grupo foi uma das melhores atrações da BGS 2019 e encerrou perfeitamente nossa visita.

Confira em nosso perfil no Instagram algumas fotos e vídeos capturados pela nossa equipe durante o show e outros momentos da feira.

Compartilhe:
Erick Figueiredo
Erick Figueiredo
Estudante de jornalismo, fã de café e dono do canal Carinha que Joga. É um fã incondicional de Sonic, tendo Sonic Adventure 2 como seu jogo favorito de toda a franquia. Gosta de quase todos os estilos de games, sendo principalmente um grande fã de JRPGs. Breath of Fire IV e Final Fantasy VIII são 2 de seus RPGs favoritos. Também curte a série MGS, Blazblue, Persona, Megaman e outras.