HOME > Especiais > Cinco jogos musicais japoneses para quem gosta de J-Pop

Cinco jogos musicais japoneses para quem gosta de J-Pop

Se você gosta do Japão e é apaixonado pela cultura do país com certeza já teve a oportunidade de escutar alguma música em japonês no decorrer da sua vida, seja através de anime, tokusatsu ou dorama. Em eventos de anime, por exemplo, é muito comum presenciarmos canções populares japonesas tocando durante horas e horas, seja em concursos de karaokê ou em shows de artistas asiáticos conhecidos.

Isso acontece porque muitas das canções que compõem as trilhas sonoras de anime fazem parte do repertório de cantores famosos do Japão. Quem não lembra da Hamasaki Ayumi, uma das artistas mais influentes do pop japonês, participando da OST de Inu-Yasha com “Dearest” ou até mesmo da banda Do As Infinity com “Fukai Mori“?

Assim como anime, dorama e tokusatsu, os jogos eletrônicos criados no Japão também contam com a presença de cantores famosos, como é o caso do cantor Gackt interpretando a canção tema de Dirge of Cerberus: Final Fantasy VII.

No entanto, devido ao processo de localização, alguns títulos acabam tendo suas canções traduzidas e interpretadas por artistas ocidentais, fazendo com que alguns fãs não tenham contato com a versão do artista original. Sabe aquela música que você tanto gosta do seu jogo favorito? Pois é, às vezes ela é de um cantor japonês famosíssimo e você nem imagina.

É claro que se você é fã assíduo da cultura e de jogos japoneses com certeza já ouviu falar ou acompanha alguns desses artistas, como Utada Hikaru, que interpreta as canções tema da franquia Kingdom Hearts, e Tsukiko Amano, responsável pelos encerramentos da série Fatal Frame.

Mas você sabia que existem jogos musicais japoneses que utilizam músicas famosas em seus repertórios ou que simplesmente foram criados por compositores de J-pop renomados no Japão? Hoje nós separamos 5 desses jogos para que você conheça um pouco mais o universo do rock e do pop japonês!

*Clique nas imagens para ver em tamanho maior.

#1 – Osu! Tatakae! Ouendan (押忍!闘え!応援団)

Traduzido literalmente como “Vai! Lute! Equipe de Torcida”, Osu! Tatakae! Ouendan é um jogo de ritmo lançado exclusivamente para Nintendo DS em 2005. Desenvolvido pela iNis e publicado pela Nintendo somente no Japão, o game acompanha uma equipe de torcida composta por homens de uniformes pretos estilosos que utiliza a música para torcer e ajudar pessoas em situações desesperadoras.

Cada fase de Osu! Tatakae! Ouendan é representada por uma música onde os jogadores deverão utilizar a tela sensível ao toque do Nintendo DS para tocar em pontos específicos conforme o ritmo, marcando 50, 100 ou 300 pontos de acordo com a precisão do movimento.

   

O jogo contém canções de artistas famosos do pop e rock japonês da década de 90 e início dos anos 2000, como Morning Musume, L’Arc~en~Ciel, Orange Range, Kishidan, Asian Kung-Fu Generation, entre outros. Vale lembrar, no entanto, que todas as gravações presentes no jogo são covers e não gravações dos artistas originais, mas mesmo assim é uma ótima porta de entrada para o universo da música popular japonesa.

Uma sequência direta chamada Moero! Nekketsu Rhythm Damashii Osu! Tatakae! Ouendan 2 (燃えろ!熱血リズム魂 押忍!闘え!応援団2) foi lançada no Japão em 2007 também para Nintendo DS, contendo canções de artistas como Sukima Switch, SMAP, Porno Gaffitti, FLOW, Ken Hirai, entre outros.

     

Apesar de não ter sido lançado no ocidente, o jogo se tornou extremamente popular entre fãs ocidentais de cultura japonesa e jogos musicais, levando ao desenvolvimento de um sucessor espiritual ocidentalizado chamado Elite Beat Agents, com músicas de artistas como Avril Lavigne, Deep Purple, David Bowie, Madonna, entre outros.

Dê uma olhada no trailer japonês de Osu! Tatakae! Ouendan abaixo:

#2 – Taiko no Tatsujin (太鼓の達人)

Traduzido literalmente como “Mestre do Taiko”, Taiko no Tatsujin é uma série de jogos musicais de ritmo criada pela Bandai Namco. Desenvolvida inicialmente para os fliperamas japoneses, o sucesso da franquia no país permitiu que, posteriormente, fosse lançada também para consoles como PlayStation 2, Advanced Pico Beena, PlayStation Portable, Nintendo DS, Wii, Nintendo 3DS, Wii U, PlayStation Vita, PlayStation 4, Nintendo Switch e dispositivos móveis.

Taiko no Tatsujin é um simulador de taiko, ou seja, tambores japoneses. Nele, os jogadores deverão tocar taiko realizando movimentos de acordo com o ritmo da música. O legal é que dependendo do console escolhido é possível jogar com um controle especial em formato de taiko, possibilitando que os jogadores tenham a mesma experiência de jogar em arcade. Vale lembrar que a versão recém anunciada para Nintendo Switch também terá um controle especial e estará disponível em 19 de julho no Japão.

Controle especial para Nintendo Switch

Além de incluir músicas de diversos artistas de J-pop como EXILE, GreeeeN e Ikimono Gakari, Taiko no Tatsujin tem uma playlist com diferentes estilos musicais, como música clássica, músicas infantis tradicionais, temas de videogame, temas originais da Bandai Namco, músicas de anime e muito mais.

Dê uma olhada no trailer japonês de Taiko no Tatsujin para Nintendo Switch abaixo:

#3 – Just Dance Wii

Canção "Koisuru Fortune Cookie" do grupo AKB48 no Just Dance Wii U

Você com certeza já ouviu falar da famosa franquia de jogos de dança chamada Just Dance desenvolvida pela Ubisoft Paris, certo? Pois bem, acredite se quiser: a franquia possui uma versão exclusiva para o Japão, lotada de J-pop, K-pop e com algumas músicas de títulos anteriores da versão ocidental.

O primeiro título exclusivo para o Japão recebeu o nome de Just Dance Wii e, como o nome já diz, saiu para Nintendo Wii. O jogo foi desenvolvido pela Ubisoft Paris, editado e publicado pela Nintendo em março de 2012. Entre os artistas conhecidos da música popular japonesa temos EXILE, Koda Kumi, Morning Musume, AKB48, Pink Lady, e muitos outros.

    

O segundo título chamado Just Dance Wii 2 foi lançado alguns meses depois, em julho de 2012, e assim como o primeiro jogo conta com artistas como EXILE e AKB48, além de DJ OZMA, Da Pump, Ikimono Gakari, Matsuura Aya, Shounan no Kaze, entre outros.

Um terceiro título chamado Just Dance Wii U foi lançado exclusivamente para Wii U em abril de 2014, contendo algumas músicas presentes nos títulos ocidentais Just Dance 4 Just Dance 2014, além de músicas japonesas de artistas como SKE48, AKB48, Kyary Pamyu Pamyu, Momoiro Clover Z, e muito mais.

Dê uma olhada no trailer japonês de Just Dance Wii U abaixo:

#4 – Theatrhythm Final Fantasy

Desenvolvido pela indieszero e publicado pela Square Enix, Theatrhythm Final Fantasy é um jogo de ritmo da série Final Fantasy lançado exclusivamente para Nintendo 3DS em 2012. Nele, os jogadores assumem o controle de quatro personagens da série, que podem ser personagens do primeiro Final Fantasy até Final Fantasy XIII, e selecionam uma entre as várias músicas da franquia disponíveis para jogar.

Em Theatrhythm Final Fantasy, cada música possui um estilo de jogabilidade e mecânica de acordo com o modelo da fase: campo (field), batalha (battle) ou evento (event). Músicas de campo, por exemplo, possuem uma jogabilidade lateral, onde o personagem se move da direita para a esquerda. O jogador deverá realizar uma nota de acordo com a instrução mostrada na tela, podendo ser: manter a stylus pressionada seguindo uma ondulação, tocar a tela ou somente deslizar a caneta em uma direção. Seu objetivo é chegar ao final da fase antes que a música termine.

Músicas de campo (Field)

Já nas músicas de batalha, as notas vêm da esquerda para a direita e o jogador deverá tocar corretamente para causar dano aos inimigos. O objetivo nesse tipo de fase é destruir todos, incluindo um personagem chefe que poderá aparecer antes do término da música.

Músicas de batalha (Battle)

Por fim, as músicas de evento têm uma jogabilidade similar às músicas de campo, mas dessa vez quem se movimenta pela tela é o próprio cursor e o jogador deverá realizar o movimento indicado no exato momento em que o cursor estiver passando por ele. O diferencial desse tipo de fase é que ao fundo são mostradas as cenas originais das músicas escolhidas. Por exemplo: ao selecionar a canção “Suteki Da Ne” de Final Fantasy X teremos a famosa e belíssima cena de Yuna e Tidus no lago

Músicas de evento (Event)

Apesar de parecer ser somente mais um jogo de ritmo, Theatrhythm Final Fantasy possui diversos elementos de RPG que o tornam ainda mais especial. Por exemplo: ao final de cada jogada, os quatro personagens do grupo receberão uma quantidade de experiência baseada no desempenho do jogador, fazendo com que subam de nível, ganhem novas habilidades, melhorem seus atributos, entre outros. Tudo isso influenciará no gameplay, visto que personagens com mais agilidade conseguem viajar maiores distâncias nas fases de campo, enquanto os mais fortes terão melhor desempenho nas fases de batalha, e assim por diante.

   

Vale lembrar que embora Theatrhythm Final Fantasy tenha somente músicas da franquia Final Fantasy, existe sim J-Pop nesse meio. Um bom exemplo disso é a cantora Rikki Amami, que interpreta a canção “Suteki Da Ne” de Final Fantasy X, e Koda Kumi, uma das cantoras mais famosas do Japão, que interpreta a canção “1000 no Kotoba” na versão japonesa de Final Fantasy X-2.

Rikki Amami    Koda Kumi

O jogo de ritmo recebeu uma sequência chamada Theatrhythm Final Fantasy: Curtain Call para Nintendo 3DS em 2014 com algumas diferenças e melhorias. Para começar, o jogo possui 221 músicas e 60 personagens, sem contar aqueles disponíveis através de conteúdo adicional para download.

Novos modos de jogo foram adicionados, como as quests onde o jogador poderá enfrentar chefes para adquirir cristais que desbloqueiam personagens, e o modo multiplayer tanto local quanto online. Além disso, um sistema de “Daily Feature” foi incluído onde cada dia uma música diferente é apresentada ao jogador dando 1,5x mais pontos que o normal se finalizada com sucesso.

Em 2016, a série recebeu uma versão para os fliperamas japoneses chamada Theatrhythm Final Fantasy: All-Star Carnival. E se você é fã de Dragon Quest, saiba que a franquia também teve um jogo de ritmo intitulado Theatrhythm Dragon Quest.

Dê uma olhada no trailer americano de Theatrhythm Final Fantasy: Curtain Call abaixo:

#5 – Rhythm Heaven

Desenvolvido pela Nintendo SPD em parceria com a TNX Music Recordings, Rhythm Heaven é um jogo de ritmo lançado exclusivamente para Nintendo DS. É o segundo jogo da série, seguindo Rhythm Tengoku para Game Boy Advance. O título foi lançado no Japão em 31 de julho de 2008, vindo para o ocidente em 2009, mais especificamente em 5 de abril na América do Norte, 1 de maio na Europa e 4 de junho na Austrália.

Rhythm Heaven traz diversos mini-games musicais, cada um com suas próprias regras, exigindo que o jogador toque a tela do portátil no momento certo. O problema é que, diferente dos jogos musicais normais, Rhythm Heaven não traz nenhuma indicação visual de quando é a hora certa para realizar a ação, tudo isso deverá ser feito de acordo com o ritmo da música, necessitando que o jogador esteja atento e de ouvidos bem abertos.

Além de possuir músicas viciantes com características marcantes de Tsunku♂ em suas composições e mini-games extremamente divertidos, Rhythm Heaven também traz as figuras mais ilustres já vistas, muitas delas trazidas do jogo anterior da série. É impossível não se apegar aos personagens do jogo, sejam os menininhos do coral, os robôs na fábrica, a garotinha que canta para macacos, entre outros.

E o que tem de J-Pop nesse jogo? Bem, a TNX Music Recordings que mencionei anteriormente é uma empresa criada por Terada Mitsuo, ou “Tsunku♂” como é popularmente conhecido no Japão. Tsunku é o quinto letrista mais vendido do país, possuindo um total de 37,9 milhões de cópias vendidas de singles compostos por ele. Também é o responsável por escrever músicas para cantoras que são conhecidas até hoje, como Aya Matsuura e Ayumi Hamasaki.

Tsunku

Caso tenha se interessado pela franquia, já tivemos um #DensetsuIndica aqui no site falando especificamente sobre Rhythm Heaven Fever, a versão para Nintendo Wii da série de jogos musicais. Clique aqui para ler o artigo completo.

Dê uma olhada no trailer de Rhythm Heaven abaixo:

É claro que existem vários outros jogos musicais que merecem ser citados, mas tentamos trazer para vocês aqueles que fazem alguma referência à música popular japonesa, preferencialmente com cantores de J-Pop em seu repertório para ajudar novos fãs a mergulharem um pouco mais nesse universo.

Agora conta pra gente: já jogou algum dos jogos musicais mencionados acima? Tem algum outro que não citamos que gostaria de indicar? Responde aqui nos comentários, no Twitter ou no Facebook. 😉

Compartilhe:
Mio
Mio
Tradutora, professora, redatora e fundadora da Densetsu. Apaixonada por música, jogos, dorama e cultura japonesa em geral. Mãe de um shiba inu e de um gatinho SRD com muito orgulho. ♥ Suas franquias favoritas são The Legend of Zelda, Just Dance, Bokujou Monogatari e Fatal Frame.
https://www.densetsugames.com.br/