HOME > Outros > Yoko Taro, o criador de Drakengard e NieR, fala sobre seus jogos de PS4 favoritos

Yoko Taro, o criador de Drakengard e NieR, fala sobre seus jogos de PS4 favoritos

Yoko Taro com máscara de personagem de NieR

Yoko Taro, o criador das séries Drakengard NieR, foi convidado pelo PlayStation Blog para falar uma pouco sobre seus jogos favoritos para PlayStation 4. Em destaque, o diretor falou sobre Final Fantasy XV e a “maldição” de seu desenvolvimento desde quando ele foi anunciado como Final Fantasy Versus XIII.

Dê uma olhada na lista do diretor do recente NieR: Automata:

Olá, meu nome é Yoko Taro. Eu fiz coisas como dirigir um jogo chamado NieR: Automata. Me pediram para fazer uma lista de jogos de PS4 que eu recomendo junto de comentários para cada um, então eu fiz isso abaixo. Me falaram pra escrever “de uma a duas linhas por jogo” mas eu acabei escrevendo até que um tanto. Mas enfim. Tudo bem, certo? Aqui vai.

Resogun

Imagem relacionada

Uma desenvolvedora doida que joga um “shoot ‘em up” na janela de lançamentos do PS4, e um monstro nascido na Finlândia… essa é a Housemarque-senpai. Eu pensei em listar um dos títulos mais recentes deles, Alienation, mas ao invés disso eu vou recomendar Resogun aqui já que ele foi memorável pra mim.

Eu sempre fico de olhos nos jogos que a senpai cria, mas a jogabilidade do jogo deles que acerta como um jogo de tiro e o jeito que os efeitos gráficos são chamativos sem exagero é impressionante. Estou animado pelo próximo título deles, Matterfall.

Final Fantasy XV

Imagem relacionada

Eu estava criando um título chamado NIER Gestalt/Replicant quando este título era chamado de Versus XIII, mas pelo fato de ser bem provável que nossos jogos fossem lançados mais ou menos ao mesmo tempo, eu fiquei pensando “cara, Versus é um RPG de ação, né? Seria chato se as datas de lançamento ficassem próximas uma da outra”. NIER acabou sendo lançado sem ter que se preocupar com Versus XIII, mas então quando eu estava criando Drakengard 3 eu pensei “seria ruim se eles lançassem perto do nosso lançamento”,  e foi o mesmo de novo quando estávamos fazendo NieR: Automata dessa vez também.

Olhando pra trás, sinto que fiquei preso na maldição do Versus por uns 10 anos. Esse jogo e seu conteúdo criado sobre o curso de 10 anos é inigualável e único, e eu gostei bastante. A coisa que me surpreendeu mais foi a paixão incompreensível deles por comidas e bebidas. FF é incrível.

Horizon Zero Dawn

Resultado de imagem para horizon zero dawn

O pensamento que me veio em mente de cara foi “essa vista do mundo é incrível”. Eu achei que grandes jogos ocidentais tinham uma forte direção para o realismo, e por outro lado não entravam muito em exploração artística, e então eu fiquei impressionado que um mundo cheio de imaginação como esse título havia sido criado. Eu imediatamente pré-encomendei o jogo. Bem, tendo dito isso, a arte da Guerilla Games tem sido bem legal desde Killzone, vocês não acham…?

Falando nisso, a data de lançamento desse jogo foi só uma semana de distância à de NieR: Automata, o jogo que eu criei. Eu achei que eu ia morrer. Bem, eu de fato morri. (Acabei de perceber que eu só fico falando sobre datas de lançamento…)

Gravity Rush Gravity Rush 2

Imagem relacionada

Esse jogo foi lançado pro Vita, mas ocupa um lugar meio estranho já que ele foi feito no Japão, com controles únicos e um estilo de arte de anime, mas não é um jogo “moe”. Sinto que recentes títulos do ocidente são polarizados em super títulos AAA e jogos indie, mas a série Gravity Rush fica bem no meio dos dois.

Falando nisso, eu saio pra beber com o diretor Keiichiro Toyama de vez em quando mas a única imagem que eu tenho dele é ele bêbado e eu não consigo deixar de pensar “como que um título desse vem de uma pessoa como ele?”.

Série Danganronpa

Imagem relacionada

Um jogo anormal onde você mata pessoas através de um julgamento de classe: esse jogo é Danganronpa. Enquanto ele toma uma forma ortodoxa de um jogo estilo aventura em termos de como ele é ilustrado em 2D e se resolve principalmente através de conversas, o jogo te puxa diretamente pra dentro dele com sua cinematografia e ótimo ritmo do cenário.

Falando nisso, eu saio pra beber com o roteirista Kazutaka Kodaka de vez em quando também, mas quando eu vi o olhar penetrante dele que dá a impressão que ele não confia em ninguém em volta dele, eu penso “ah, ele de fato parece o tipo de pessoa que criaria um jogo doido tipo Danganronpa…”

Life is Strange

Resultado de imagem para life is strange

Tem um jogo chamado Remember Me que foi lançado pro PS3. Ele tem um ótimo gosto artístico e eu o premiei com o meu pessoal “prêmio de jogo mais visualmente bonito de PS3” e a empresa que fez esse jogo é a DONTNOD Entertainment na França. E como um novo título desse estúdio, eu não pude deixar de prestar atenção em… espera, que gráficos são esses! A direção é completamente diferente! Essa surpresa foi como eu conheci Life is Strange. Em contraste a Remember Me, esse título é sobre a vida na escola em uma cidade quieta. Esse título é ótimo com muitos momentos pequenos de juventude espalhados pelo jogo dentro dos limites de expressão restrita.

Falando nisso, Remember Me ainda não foi localizado em japonês, quando ele vai ser localizado?

The Last Guardian

Resultado de imagem para the last guardian

Eu estive esperando por sete anos. Sete. Eu adoro as criações de Fumito Ueda mas eu não achei que eu ia jogar depois de esperar por sete anos desde que ele foi anunciado. O jogo finalizado ficou lindo até o último detalhe e o conteúdo foi como uma joia.

Este é um jogo que eu acabei me sentindo feliz por ter conseguido jogar enquanto ainda vivo.

O jogo mais recente de Yoko Taro, NieR: Automata, está disponível para PlayStation 4 e PC. Ele também dirigiu o recém-lançado SINoALICE, um RPG de contos de fadas para dispositivos Android e iOS disponível somente no Japão.

Compartilhe:
Avatar
Minato
Aspirante a escritor e jornalista. Minato é um amante de jogos, cinema, seriados, histórias em quadrinhos, música e tudo relacionado ao Japão. É uma fábrica de ideias que está sempre produzindo cada vez mais, apesar de não colocar nem metade em prática. Seus jogos favoritos são Persona 3, Okami, Steambot Chronicles, Shin Megami Tensei: Nocturne, Portal 2 e a série Kingdom Hearts.