HOME > Especiais > The Liar Princess and the Blind Prince, um conto de fadas de amor jogável

The Liar Princess and the Blind Prince, um conto de fadas de amor jogável

Em algum momento da sua vida certamente você já se arrependeu de ter feito algo para outra pessoa. Te desafio a encontrar alguém que nunca tenha passado por esse sentimento pelo menos uma vez. Agora imagine uma pessoa inocente que tem a vida virada ao avesso por uma atitude sua, mesmo que involuntária. Conviver com essa culpa não seria fácil, mas e se tudo pudesse ser consertado através de magia?

Desenvolvido pela Nippon Ichi Software e distribuído pela NIS America para PlayStation 4 e Nintendo Switch, The Liar Princess and the Blind Prince retrata muito bem o sentimento de culpa através de uma história de amor emocionante contada no formato de um livro de contos de fadas.

Imagem: PS4 Share

A Princesa mentirosa e o Príncipe cego

 

Era uma vez uma floresta escura e cheia de criaturas assustadoras. Todas as noites um lobo que lá vivia subia em uma pequena montanha para cantar à luz do luar. Com uma voz suave, seu canto delicado ecoava por toda a região, atraindo a atenção de um Príncipe que vivia em um reino próximo.

Todos os dias o pequeno Príncipe atravessava a terrível floresta para poder apreciar o canto do lobo. As canções eram sua alegria e o garoto aplaudia com todo o seu coração. Certo dia, ele decidiu que subiria a pequena montanha para descobrir quem era a dona da linda voz que encantava as suas noites.

Imagem: PS4 Share

O que ele não sabia é que a garota da sua imaginação era, na verdade, um monstro. Não haveria problema nisso se monstros e humanos convivessem em harmonia, mas em seu reino as pessoas nada mais eram do que alimentos para esses bichos.

Assustada ao ver o Príncipe, a criatura mostrou suas enormes garras e as levou em direção ao rosto do garoto, perfurando seus olhos e deixando-o cego. Desse dia em diante, a única pessoa que aplaudia sua voz não apareceria mais.

Imagem: PS4 Share

Sem poder enxergar, o Príncipe trouxe vergonha para a família Real, sendo exilado por seus pais em seu próprio castelo. Sentindo uma culpa incontrolável, a loba se dirigiu até a Bruxa da floresta, a quem pediu para ser transformada em princesa, pois acreditava que o Príncipe jamais a aceitaria em sua verdadeira forma.

Juntos, a Princesa mentirosa e o Príncipe cego partem em uma jornada cheia de perigo em direção à casa da Bruxa para que ela possa, através de seus poderes mágicos, trazer de volta a visão e a alegria do garoto.

Imagem: PS4 Share

Me dê a mão para fugir desta terrível escuridão

 

The Liar Princess and the Blind Prince é um jogo de puzzle onde o objetivo é guiar a Princesa e o Príncipe por uma floresta cheia de monstros assustadores – ou nem tão assustadores assim – para que juntos consigam chegar até a casa da Bruxa.

Para isso, o jogador precisará passar por uma variedade de quebra-cabeças, alguns mais complexos e outros mais trabalhosos, e enfrentar monstros pelo caminho. Mas como fazer isso em um universo onde um dos personagens é cego e não sabe para onde ir?

Imagem: PS4 Share

Ao apertar “quadrado” no controle, uma das coisas mais graciosas já vistas no mundo dos videogames acontece: a Princesa dá a mão ao Príncipe. Essa é a única maneira de guiar o garoto pela floresta escura e assustadora, deixando-o tranquilo e protegendo-o de todos os monstros terríveis que ali habitam.

Não obstante, os personagens também demonstram emoções ao realizar tal ato e o Príncipe, antes assustado, agora sorri alegremente. Essa é uma das características mais marcantes do jogo, que possui protagonistas adoráveis e extremamente expressivos.

Imagem: PS4 Share

Como todo jogo de ação e aventura 2D, a movimentação em The Liar Princess and the Blind Prince é feita principalmente da esquerda para a direita, apresentando situações onde é necessário saltar para alcançar plataformas mais altas e vice-versa.

Dentre os principais elementos do gameplay, se destacam não somente andar de mãos dadas enquanto está na forma de Princesa, mas também transformar-se em lobo para alcançar lugares mais altos ou combater inimigos poderosos para proteger o Príncipe que graças à cegueira não é capaz de lutar.

Imagem: PS4 Share

Vale lembrar, no entanto, que ambos os personagens são frágeis em sua forma humana, por isso, a Princesa só será capaz de enfrentar inimigos enquanto estiver transformada em monstro. É importante estar atento e não se deixar levar pelo poder, pois o Príncipe não andará de mãos dadas com aquele que lhe arrancou os olhos.

Conforme avançamos na história novas mecânicas são apresentadas, como a habilidade da Princesa de puxar alavancas, fazer pedidos ao Príncipe para que carregue coisas – pedras para ajudar nos quebra-cabeças ou fogo para iluminar o ambiente – ou ande até a direção ordenada, pular mais alto utilizando cogumelos gigantes e muito mais.

Imagem: PS4 Share

Beleza e graciosidade em todas as páginas

 

Já de início o que mais chama a atenção em The Liar Princess and the Blind Prince é a sua linda arte que lembra ilustrações de um livro de contos de fadas. Para reforçar essa característica, sua história é contada utilizando animações que simulam páginas de um livro em movimento.

Durante o gameplay, mergulhamos em um cenário todo feito à mão, com traços bem expressivos e cores escuras que retratam de forma adorável o ambiente obscuro proposto pela narrativa.

Imagem: PS4 Share

Tudo foi feito pensando nos mínimos detalhes, desde o cenário, os personagens principais e até mesmo os inimigos. Inclusive, certos monstros encontrados durante a jornada lembram personagens do Studio Ghibli – conhecido por animações como A Viagem de Chihiro e Meu Amigo Totoro – o que torna praticamente impossível não se apaixonar por eles também.

Para quem tiver interesse em saber mais sobre o processo criativo do jogo, é possível encontrar durante a aventura alguns colecionáveis que liberam no menu principal artes conceituais dos personagens. Recomendo dar uma olhada nesses detalhes, pois a aventura fica mais rica e interessante!

Imagem: PS4 Share

Além da arte belíssima, a narrativa de contos de fadas em sintonia com uma trilha sonora agridoce faz com que The Liar Princess and the Blind Prince seja ainda mais especial. O jogo não é longo, mas ainda assim existem aproximadamente 15 faixas diferentes que variam de acordo com os acontecimentos e cenários, acompanhando muito bem a proposta sombria e excêntrica do conto de fadas adorável da Nippon Ichi Software.

Ninguém é perfeito

 

Embora The Liar Princess and the Blind Prince não seja um jogo difícil, existem problemas dentro dele que complicam a jogabilidade mais do que deveriam. Um exemplo disso são algumas animações ruins e erros relacionados principalmente às quedas e pulos dos personagens.

Mesmo que a movimentação tenha sido feita de forma correta, muitas vezes os personagens não conseguirão alcançar a plataforma juntos e cairão, literalmente, de cara no chão. Se isso acontecer, o jogador terá que iniciar a fase a partir do último savepoint. Em certos momentos do jogo isso acontece com frequência e chega a ser irritante.

Imagem: PS4 Share

Outro defeito de The Liar Princess pode ser evidenciado pela sua linearidade. O jogo é curto, pode ser finalizado em aproximadamente 5 ou 6 horas, mas ainda assim existem alguns momentos onde nada acontece, não há inimigos, não há colecionáveis, não há puzzles. É simplesmente uma linha reta vazia e escura até chegar à próxima tela que poderia ter sido melhor aproveitada.

O jogo também permite que os usuários pulem as fases que considerarem difíceis após 10 minutos de gameplay, não havendo a necessidade de resolver os puzzles do game ou enfrentar inimigos. É claro que isso é algo positivo para aqueles que só querem aproveitar a história, mas o game não é difícil e todos os enigmas poderiam ser resolvidos com um esforço mínimo.

Além disso, não existe a opção de escolha de dificuldade, o que pode ser um ponto negativo para quem esperava algo mais desafiador após um primeiro gameplay. E é aí que entra outro problema: não há incentivo para que os jogadores retornem ao jogo, como colecionáveis extras ou puzzles novos.

Imagem: PS4 Share

Ainda assim, a história muito bem escrita, os personagens cativantes, a arte belíssima e a trilha sonora maravilhosa fazem com que os pontos negativos do jogo sejam apenas pequenos detalhes.

The Liar Princess and the Blind Prince foi lançado no Japão em 31 de maio de 2018. O jogo estará disponível no ocidente para PlayStation 4 e Nintendo Switch em 12 de fevereiro de 2019.


The Liar Princess and the Blind Prince não foi feito para quem busca desafios. É um jogo dedicado aos fãs de uma boa arte, de músicas gostosas para ouvir em uma tarde chuvosa enquanto tomam um café ou simplesmente para aqueles que querem se emocionar com uma linda história de amor.

E fica a dica para os estudantes de língua japonesa: o jogo possui (somente) áudio em japonês, mas visto que segue o ritmo de um livro infantil de contos de fadas, a linguagem utilizada é muito simples e de fácil compreensão. De qualquer forma, a legenda em inglês está lá e é sempre uma mão na roda.

Análise produzida a partir de uma cópia digital cedida pela NIS America

Versão utilizada para análise: PlayStation 4

Compartilhe:
Mio
Mio
Tradutora, professora, redatora e fundadora da Densetsu. Apaixonada por música, jogos, dorama e cultura japonesa em geral. Mãe de um shiba inu e de um gatinho SRD com muito orgulho. ♥ Suas franquias favoritas são The Legend of Zelda, Just Dance, Bokujou Monogatari e Fatal Frame.
https://www.densetsugames.com.br/