Root Film não terá conexões com Root Letter, afirma diretor


O diretor da visual novel Root Film, Hifumi Kouno, deu uma entrevista à Bahamut e falou mais sobre o novo título, explicando que o mesmo não terá conexões substanciais com seu predecessor, Root Letter, de 2016.

Segundo Kouno, as únicas semelhanças entre os jogos serão três dubladoras famosas e o fato do protagonista se chamar Max, mas todos serão personagens bem diferentes dos que foram vistos anteriormente.

Em adição, o diretor também comentou algumas melhorias feitas com base nas críticas ao primeiro jogo, como um protagonista mais fácil de se relacionar e mais momentos com outros personagens, resultando em menos monólogos internos.

Screenshot de Root Film

Curiosamente, a decisão de não fazer os jogos serem conectados foi de Yoshimi Yasuda, diretor de Root Letter, que não queria limitar Kouno em sua escrita e direção do novo título, lhe permitindo fazer exatamente o que queria com a história e os personagens.

Acompanhando o jovem cineasta Rintarou Yagumo, a trama do jogo gira em torno de um antigo programa de TV que foi abandonado por razões misteriosas e agora está sendo revivido. Entretanto, a produção logo é interrompida por um assassinato que ocorre durante as gravações, levando a uma investigação para descobrir o culpado e sua relação com o incidente do passado.

Screenshot de Root Film

Root Film será lançado para PlayStation 4 e Nintendo Switch no Japão em 30 de julho. Seu lançamento no ocidente já foi confirmado, mas sem data revelada. Enquanto isso, o primeiro jogo da série, Root Letter, encontra-se disponível mundialmente para PS4, Vita e PC, com versões para iOS e Android lançadas somente no Japão.

Compartilhe:

Qual foi a sua reação?

amei amei
0
amei
haha haha
0
haha
meh... meh...
0
meh...
eita! eita!
1
eita!
quê? quê?
0
quê?
Gabriel Linhares

Jornalista e escritor, provavelmente jogando algum JRPG enquanto lê isso. Main suporte em literalmente qualquer jogo. Sonha em trabalhar escrevendo sobre o que gosta, seja no meio de séries, filmes ou games. Apaixonado por Persona, Final Fantasy (sim, até o XV) e tem um sério problema com gachas em geral.