HOME > Nintendo > Arc System Works nega existência de censura em Kill la Kill: IF

Arc System Works nega existência de censura em Kill la Kill: IF

Screenshot de Kill la Kill: IF

Com um recente aumento e ressurgimento de discussões sobre censura em jogos japoneses, principalmente devido a recentes regulações impostas pela Sony Interactive Entertainment na plataforma PlayStation, muitas pessoas se preocupam com o que pode acontecer com seus tão aguardados jogos incluindo material que pode ser facilmente alvo de censura, como é o caso de Kill la Kill: IF, o novo jogo de luta baseado em um anime bem conhecido por suas personagens que usam vestes um tanto reveladoras.

Screenshot de Kill la Kill: IF

Felizmente para aqueles que se preocupavam, a desenvolvedora Arc System Works decidiu ir até o Twitter para esclarecer que não, o jogo não terá conteúdo censurado em qualquer uma de suas versões. De forma breve, a empresa afirmou:

Vou colocar isso pra descansar de uma vez por todas, seus teoristas da conspiração doidos… O jogo NÃO foi censurado de qualquer forma. As versões japonesa, européia e norte-americana são idênticas. Então, apenas parem com isso.

Essa informação já havia sido confirmada, de certa forma, através do site oficial do título onde é dito que não existem alterações aos visuais do jogos, incluindo roupas, entre regiões e plataformas.

Sendo assim, como a desenvolvedora pediu, usuários já pode parar de especular se o jogo terá ou não censura.

Kill la Kill: IF chega com toda a sua glória no PS4, Nintendo Switch e PC no Japão em 25 de julho de 2019, sendo lançado no dias seguinte para o ocidente.

Compartilhe:
Avatar
Minato
Aspirante a escritor e jornalista. Minato é um amante de jogos, cinema, seriados, histórias em quadrinhos, música e tudo relacionado ao Japão. É uma fábrica de ideias que está sempre produzindo cada vez mais, apesar de não colocar nem metade em prática. Seus jogos favoritos são Persona 3, Okami, Steambot Chronicles, Shin Megami Tensei: Nocturne, Portal 2 e a série Kingdom Hearts.