HOME > PC > Tales of Vesperia: Definitive Edition | Densetsu Review

Tales of Vesperia: Definitive Edition | Densetsu Review

Celebrando o aniversário de 10 anos do jogo Tales of Vesperia, lançado originalmente para Xbox 360 e PlayStation 3, a Bandai Namco decidiu trazer esse aclamado título da popular série de RPG de ação para a geração atual como Tales of Vesperia: Definitive Edition.

Mais do que um relançamento, o título trata-se de uma versão aprimorada para PlayStation 4, Nintendo Switch, Xbox One, e PC que inclui todo o conteúdo lançado em sua versão anterior, faixas de áudio em inglês e japonês, texto em múltiplos idiomas (incluindo português) e tudo para deixar o visual do jogo de forma adequada para os padrões de hoje.

Será que a Bandai Namco obteve sucesso no retorno de um título favorito de fãs? Nós tivemos a chance de jogar a versão para PC que se encontra disponível no Steam para contar a vocês o que achamos.

Em Vesperia, jogadores assumem o papel do jovem espadachim Yuri Lowell que no início do jogo tem o objetivo de encontrar o ladrão responsável pela falta de água da classe baixa da cidade de Zaphias. Ele acaba sendo preso e, ao tentar escapar, conhece a princesa Estelle que está em busca de Flynn Scifo, um cavaleiro imperial e antigo amigo e rival de Yuri. Se propondo a ajudá-la, os dois acabam embarcando em uma aventura onde irão conhecer e se juntar a outros personagens interessantes e uma história ainda maior irá se desenrolar.

Personagens clichê mas bem executados

Screenshot de Tales of Vesperia: Definitive Edition

Jogadores não familiarizados com o lançamento original de 2008, como é o caso deste que vos escreve, poderão se impressionar com o quão “básica” a história e os personagens do jogo são. A palavra-chave aqui poderia até ser “clichê”, mas não quero que pensem que isso é algo negativo. Vesperia traz aqueles tipos de personagens que já esperamos encontrar em JRPGs ambientados em um mundo de fantasia, mas os apresentam de uma forma bem natural e “fresca” em um mundo bem detalhado que fica empatado com outros jogos semelhantes ainda mais antigos.

Screenshot de Tales of Vesperia: Definitive Edition

Isso é verdade, ao menos, para o início da história de cada personagem, pois Vesperia também acerta em cheio em elementos como interações e crescimento desses personagens. Conforme fui passando tempo com alguns deles, gostei deles cada vez mais e pude vê-los crescendo além de seus arquétipos inicialmente presentes. As interações são divertidas e interessantes, quebrando um pouco aquele tédio que pode se manifestar de jogos com bastante diálogo.

Gameplay confortável (no controle)

Screenshot de Tales of Vesperia: Definitive Edition

A jogabilidade de Vesperia, obviamente, não é tão bem elaborada quanto em títulos mais recentes da franquia, mas ele é confortável o bastante, especialmente para quem não teve ainda uma experiência completa com os jogos mais novos. O combate no estilo RPG de ação é simples e efetivo, como se fosse um RPG de turno só que pulando todas partes em que é necessário parar para escolher uma ação e também permitindo que o jogador ande por toda a arena para a qual ele é transportado ao iniciar um confronto.

Um termo em inglês que eu poderia usar para descrever o gameplay geral do jogo é “comfy” (confortável), mas isso somente se você estiver jogando com um gamepad. Os controles no teclado & mouse são estranhos e pode-se levar um tempo para acostumar (boa sorte no menu). Como a maior parte de jogos assim, ele foi claramente feito pensando gamepads, com controles de mouse e teclado disponibilizados por cortesia. Algo que… bem, ao menos está lá para quem não possui um gamepad, não é? Melhor do que nada.

Screenshot de Tales of Vesperia: Definitive Edition

Adicionalmente, as quests do jogo possuem recompensas interessantes como armas e vestes especiais, mas podem às vezes se provar uma chatice com algumas sendo um tanto confusas e cenas com personagens aleatórios simplesmente invadindo sua experiência. Você está andando pelo mundo do jogo, seguindo a vida, e de repente aquele personagem que você não vê faz tempo te puxa para conversar.

Tales of Perfomance

Felizmente, a versão para PC foi bem desenvolvida, mesmo não apresentando muitas opções gráficas. Eu não possuo um PC muito potente, então sempre fico com um pé atrás quando experimento esses jogos que não foram feitos especialmente para essa plataforma, mas foi uma surpresa extremamente agradável ver o jogo rodando sem qualquer problema com um visual incrível.


Tales of Vesperia: Definitive Edition [PC]

Capa de Tales of Vesperia: Definitive Edition para PC

Tales of Vesperia: Definitive Edition é um excelente retorno de um jogo de 10 anos atrás que convida ambos jogadores do lançamento original, considerando todas as novidades que o título traz com o conteúdo anteriormente lançado somente no Japão, e também jogadores novatos, especialmente os que gostam de JRPGs.

Seu preço,no entanto, poderia ter sido melhorzinho, considerando que se trata de um jogo antigo (mesmo que seja com conteúdo adicional). Ele atualmente pode ser comprado por R$ 139,90 no Steam.

Compartilhe:
Avatar
Minato
Aspirante a escritor e jornalista. Minato é um amante de jogos, cinema, seriados, histórias em quadrinhos, música e tudo relacionado ao Japão. É uma fábrica de ideias que está sempre produzindo cada vez mais, apesar de não colocar nem metade em prática. Seus jogos favoritos são Persona 3, Okami, Steambot Chronicles, Shin Megami Tensei: Nocturne, Portal 2 e a série Kingdom Hearts.