HOME > Outros > #DensetsuIndica: Steambot Chronicles

#DensetsuIndica: Steambot Chronicles

#DensetsuIndica Steambot Chronicles

O PlayStation 2 foi uma das melhores plataformas para títulos de variados gêneros, com títulos marcantes como Kingdom Hearts, Metal Gear Solid 3, Shadow of the Colossus e muitos outros. Um jogo que não é conhecido por muitos e que me fascinou foi um RPG intitulado Steambot Chronicles (Ponkotsu Roman Daikatsugeki: Bumpy Trot no Japão), e é sobre ele que será o #DensetsuIndica de hoje!

Steambot Chronicles: Um RPG que é mais do que aparenta

 

Steambot Chronicles foi desenvolvido pela empresa Irem e pelos mesmos criadores da série Disaster Report, que hoje fazem parte do estúdio Granzella. Foi lançado no Japão em 2005, chegando ao ocidente no ano seguinte. O jogo trata-se de um RPG de ação-aventura que mistura mecânicas tradicionais de RPGs japoneses com minigames musicais e robôs gigantes.

Capa norte-americana de Steambot Chronicles

O jogo se passa em um mundo “steampunk” onde a revolução industrial trouxe a inovação robótica na forma de “Trotmobiles”: robôs que servem como veículos e caminham sobre pernas. A história do jogo é interessante e contém muitos momentos emocionantes, seguindo o protagonista Vanilla que acorda em uma praia com amnésia. Junto da uma garota chamada Coriander, Vanilla se aventura pelo país a bordo de um trotmobile para recuperar suas memórias. As diferentes facções inimigas (as quais você pode se juntar também) possuem motivações curiosas que lembram as equipes vilãs da série Pokémon, apesar de nem todas serem assim tão más.

Ao começar o jogo, você irá receber a opção de fazer um tutorial para aprender como controlar seu Trotmobile, que servirá não só como um meio de enfrentar inimigos mas também como seu principal veículo. Não cometa o mesmo erro que eu e faça o tutorial! Os controles são um tanto diferentes, com o botão analógico esquerdo controlando a parte superior do robô e o direito as pernas. Isso pode ser um tanto confuso de início, como foi pra mim e um amigo com quem estava jogando. Ao fazer o tutorial, você também conhece um pouco do passado misterioso de Vanilla e recebe uma placa para colocar em seu Trotmobile, então tem isso também.

Captura de tela do tutorial de Steambot Chronicles

É possível modificar a aparência de seu Trotmobile em garagens, colocando diferentes pernas, braços, corpo, e outros acessórios que possuem variadas funções, permitindo que você mude a forma de andar e as armas que usará em batalhas (tanto contra inimigos pelo mapa como também em campeonatos).

Captura de tela de Steambot Chronicles

De início, pode parecer que o jogo é todo sobre isso: exploração e batalhas com um mecha. Mas assim que você chega na primeira cidade, irá descobrir que existe bem mais a fazer. Assim como seu robô, é possível mudar a aparência do protagonista, comprando roupas em lojas. Você também pode treinar sua habilidade com instrumentos musicais como gaita, piano e violão para participar de shows com seus amigos da banda “Garland Globetrotters”. Ao tocar instrumentos, diferentes minigames de acertar comandos irão aparecer, o que é bem divertido para quem gosta de jogos musicais.

Captura de tela de Steambot Chronicles

Prepare seu robô para quests onde você deverá fazer entregas de produtos para outras regiões, ou até mesmo para simplesmente vendê-los. É necessário equipar seu robô com o acessório certo para carregar determinados materiais, incluindo pessoas caso esteja afim de fazer um trabalho de taxista (ou Uber?).

Os personagens são bem carismático e tem uma dublagem em inglês decente. Vamos conhecer um pouco deles:

Arte do protagonista Vanilla de Steambot Chronicles

 

 

Vanilla R. Beans

O protagonista e único personagem jogável. Vanilla acorda na praia Seagull Beach sem memória de onde veio ou de quem é. Ele logo conhece uma menina chamada Coriander, e juntos viajam de volta para a cidade em um Trotmobile que encontram na praia. Mais tarde no jogo será possível se recordar desse passado, com o jogador fazendo escolhas e decidindo quem era Vanilla.

 

 

 

Arte da personagem Connie de Steambot Chronicles.

 

 

Coriander (Connie)

A vocalista da banda Garland Globetrotters e, pela maior parte do jogo, sua companheira de viagem que tenta lhe ajudar a recuperar suas memórias enquanto se aventuram pelo país. A maioria das canções de Connie, apesar de soarem alegres e animadas, possuem letras um tanto tristes, o que talvez fale um pouco sobre ela.

Arte do personagem Marjoram de Steambot Chronicles.

 

 

Marjoram

O baterista e saxofonista da banda de Coriander. Ele possui uma personalidade bondosa e gentil, e ajuda na loja de seus pais enquanto não está em tour com a banda. Ele dirige um trotmobile de suporte que possui mais combustível para caso o de seus amigos fique sem.

Arte da personagem Savory de Steambot Chronicles.

 

 

Savory

A vocal de apoio e pianista dos Garland Globetrotters. Sendo uma mulher bonita e elegante, ela é mais popular entre os fãs masculinos da banda.

 

 

 

 

 

 

Arte do personagem Basil de Steambot Chronicles

 

 

Basil

O baixista baixinho da banda. Ele é apaixonado por Savory, o que ele não faz um bom trabalho em esconder. Ele tem boas intenções, mas acaba sendo um tanto imaturo.

 

 

Arte do personagem Fennel de Steambot Chronicles.

 

 

Fennel

O guitarrista que deixa os Garland Globetrotters para seguir sua própria identidade musical, sempre usando seus óculos escuros. Apesar de ter saído, manteve um bom relacionamento com os membros da banda e pode ser encontrado mais tarde no jogo. Ele possui um trotmobile com um enorme canhão no braço, semelhante a um que ataca Vanilla e Connie no início do jogo.

 

 

Steambot Chronicles está disponível para PlayStation 2, apesar de provavelmente ser um tanto difícil de encontrar. O jogo gerou duas spin-offs: Blokus Club with Bumpy Trot também para PS2 e PlayStation Portable (onde foi lançado como Blokus Portable: Steambot Championship), e Steambot Chronicles: Battle Tournament para PSP, jogo focando no elemento de batalhas do jogo original. Uma continuação, intitulada Bumpy Trot 2, foi anunciada em 2006 e cancelada pouco depois do terremoto e tsunami de Tohoku em 2011.

Dê uma olhada aqui em nosso artigo especial onde falamos em mais detalhe sobre o jogo e porquê passou tão despercebido no ocidente, e também sobre o futuro da série. Veja também outros títulos que já indicamos aqui.

Dê uma ouvida nas musicas do jogo, que valem muito a pena pois são adoráveis!

Compartilhe:
Minato
Aspirante a escritor e jornalista. Minato é um amante de jogos, cinema, seriados, histórias em quadrinhos, música e tudo relacionado ao Japão. É uma fábrica de ideias que está sempre produzindo cada vez mais, apesar de não colocar nem metade em prática. Seus jogos favoritos são Persona 3, Okami, Steambot Chronicles, Shin Megami Tensei: Nocturne, Portal 2 e a série Kingdom Hearts.

Deixe um Comentário